A nova lampada fluerescente compacta (CFL) de halogênio da General Electric acaba com a maior reclamação das pessoas em relação ao CFL: elas costumam demorar muito tempo para atingir o nível máximo de brilho. Eu não ligo tanto para isso, mas mesmo assim esse novo modelo é bem bonito.

O processo é bem simples e inteligente. Quando você acende a luz, os módulos de halogênio e de CFL acendem. Isso faz a luz atingir um nível de brilho ideal assim que é ligada. Quando o CFL atinge o máximo de seu brilho, o halogênio automaticamente se desliga.

A GE diz que um os modelos de 15 e 20 watts das lâmpadas híbridas podem substituir as versões de 60 e 75 watts das lâmpadas comuns, com consumo de energia menor e uma vida útil 8 vezes maior: até 8 mil horas. Por enquanto, nenhuma informação sobre preço e disponibilidade foi divulgado. [GE via Inhabitat]