Cientistas descobriram uma forma bem simples de detectar motoristas bêbados: com o uso de lasers. Na Universidade de Tecnologia Militar de Varsóvia, na Polônia, pesquisadores desenvolveram um dispositivo que consegue detectar o vapor do álcool dentro de carros em movimento – basta disparar o laser em direção ao veículo para saber se a pessoa que está dirigindo bebeu umas cervejas a mais ou não.

O estudo, detalhado aqui, criou um dispositivo. Ele fica nas mãos de policiais no canto das ruas, e eles disparam em direção ao carro. Com a ajuda de espelhos curvados e feixes de luz, ele consegue calcular e mostrar para os tiras qual é o nível de álcool no sangue do motorista – segundo os pesquisadores, o dispositivo conseguiu detectar concentrações de 0,1% de álcool no sangue ao simular a respiração de um motorista bêbado, mas eles acreditam que, em humanos, ele pode conseguir detectar níveis menores.

Ainda há muito o que fazer para aperfeiçoar o dispositivo, e alguns outros fatores podem influenciar no resultado. A presença de outras pessoas bêbadas no carro, por exemplo, assim como janelas abertas ou mesmo o ar condicionado. Mas mesmo no seu estágio atual ele pode ser útil: em blitz, policiais podem usar o dispositivo para filtrar quais carros podem e quais não devem ter um motorista embriagado. Em conjunto com o bafômetro, pode muito bem ajudar no combate aos motoristas bêbados.

Os riscos de dirigir embriagados são muitos, e as leis brasileiras são bem duras a esse respeito – desde 2012, qualquer concentração de álcool no sangue já considerado crime, e resulta em multa pesadíssima e a suspensão do direito de dirigir por um ano. [The Verge]