por Andrew Liszewski

Com a Lego já ganhando bastante dinheiro com playsets oficiais de Minecraft, daria para pensar que a empresa não se arriscaria a invadir o espaço desse jogo extremamente popular. Mas esse não é o caso: Lego Worlds foi anunciado oficialmente. A única diferença entre esse jogo e Minecraft é que com esse aqui você cria mundos com as peças de Lego.

Descrito pela Warner Bros. Interactive Entertainment, TT Games e The Lego Group como uma “coleção sem limites de mundos gerados de forma meticulosa”, Lego Worlds deixa os jogadores personalizarem cenários pré-definidos, criarem os seus próprios mundos peça a peça, ou usarem ferramentas especiais para criar estruturas gigantes dentro do jogo.

1278143399294540720 (1)

Além de construir mundos, os jogadores também podem personalizar Minifigures, desbloquear veículos e animais, e até ter acesso a kits reais de Lego em Lego Worlds. A satisfação de montar todos aqueles blocos de plástico talvez vá embora, mas os jogadores podem usar uma coleção virtual infinita de peças sem precisar se preocupar em ter espaço de sobra em casa.

Lego World está disponível no Steam Early Access. É o programa de lançamento antecipado do Steam: alguns jogadores podem ter acesso a versões incompletas do jogo e contribuir para seu desenvolvimento. Ou seja, é para quem não aguenta mais esperar para ter uma experiência Lego em Minecraft, e não se importam em dar de cara com diversos bugs enquanto o jogo é preparado para seu lançamento oficial.

Muitos elementos ainda serão adicionados ao jogo ao longo do seu desenvolvimento. Por enquanto, ele não conta com suporte a multiplayer, o que significa que você não pode compartilhar suas criações com amigos, nem baixar o mundo meticulosamente criado por outra pessoa. Esse é um dos recursos que faz com que Minecraft seja tão popular, então por que Lego Worlds não recebeu isso logo no primeiro dia? [Steam]