A CEA, mesma associação que faz todo ano a gigantesca feira CES em Las Vegas, chamou as fabricantes para se resolverem de uma vez e apoiarem um processo padrão para óculos 3D de obturador ativo (active shutter). Como você sabe, os óculos de cada fabricante são compatíveis apenas com as TVs 3D dela (a menos que você os use ao contrário), algo que não ajuda as pessoas a comprarem mais TVs 3D.

Se a CEA conseguir mudar a tendência a acessórios proprietários das fabricantes, algo semelhante ao que vimos na padronização das portas microUSB para celulares, isto significa que quem tem uma TV 3D poderia levar os próprios óculos para a casa de um amigo para uma noite de filmes 3D – desde que sejam de obturador ativo, é claro. Com certeza já ajudaria os consumidores a economizar US$100 por par de óculos 3D.

E talvez ajudasse também a deixar o Vladimir Putin (foto) menos irritado de ter que usar óculos 3D quando fosse para a casa de um colega. De todo modo, são tempos complicados para o mundo 3D. LG, Sony, Sharp e Philips já mostraram a vontade de popularizar a tecnologia de 3D passivo, que além de ter óculos padronizados pode fazer alguns truques interessantes. [BusinessWire]

Crédito da foto: ALEXEY DRUZHININ/AFP/Getty Images