Preços altos e tamanhos limitados são os atuais pontos fracos do mercado de televisores de OLED, mas mesmo assim a LG revelará no mês que vem a maior versão a ser vendida no varejo, por preço ainda não anunciado.