Se você tiver uma DSLR, ela com certeza tem um histograma na tela — um gráfico que muita gente não sabe pra que serve. Algumas câmeras point-and-shoot simples também têm um histograma. Só que ele não serve de nada se você não entender o que ele diz. Quer tirar uma foto com exposição perfeita? Aprender a usar o histograma é uma boa forma de começar.

Foto por Dilip Muralidaran.

Se você já tirou uma foto e achou que ela ficou boa na sua tela (não tão boa) de LCD, mas viu que a foto ficou clara demais (ou escura demais) na tela do computador, é aí que entra o histograma da sua câmera. O blog Make Use Of fez uma introdução e explicação do que exatamente um histograma faz. Resumidamente: "O histograma é basicamente um gráfico que mostra a distribuição do brilho em uma imagem, com a cor preta em uma extremidade, a cor branca na outra e cinza no meio".

Fotos com muita exposição resultam em perda de detalhes na imagem, e geralmente são representadas por um gráfico semelhante ao visto acima, com pico na cauda direita. Por sua vez, fotos com pouca exposição ficam escuras demais, e são representadas por histogramas concentrados na cauda esquerda.

Um histograma com maior equilíbrio mostra uma distribuição de luminosidade concentrada no meio do gráfico. Nas extremidades do histograma, os valores são mais baixos que no meio, como na imagem abaixo.

Lembre-se de que, na maioria das fotos, é difícil obter um histograma completamente equilibrado. O contraste entre tons diferentes no primeiro plano e no plano de fundo geralmente tornam esse equilíbrio difícil de ser atingido. O plano de fundo ou o céu ficarão superexpostos na maioria das fotos de paisagens, por exemplo. O gráfico não precisa ser perfeito, mas se o gráfico estiver concentrado em uma das extremidades, é melhor dar uma olhada nas suas fotos e ver se não vale a pena, quando possível, ajustar a exposição e tirar outra foto.

Você tem alguma dica de fotografia para compartilhar com a gente? Coloque-a nos comentários. [MakeUseOf]