Solid State Drives custam mais por gigabyte do que os discos rígidos padrão, mas prometem melhor desempenho, durabilidade, e mais. Mas a diferença é tão significativa assim? Macworld testou alguns MacBook Pros (com um HDD normal e outros com um SSD) para descobrir.

Às vezes é difícil decidir se a optar por um SSD vale o custo extra, especialmente porque escolher o SSD reduz a capacidade de armazenamento no seu computador. No teste do MacBook Pro, por exemplo, passar de um HDD de 320GB para um SSD de 128GB aumenta o preço em U$250 de um modelo mais básico (subindo de U$1199 para U$1449). As opções de SSD com maior capacidade de armazenamento da Apple são ainda mais caras: U$400 para um SSD de 256GB ou U$1.000 para 512GB.

Então, ele vale o custo extra? No teste de várias configurações de MacBook Pro (um de 13 polegadas com o SSD 128GB, e um com um drive de 5400-rpm, e alguns outros), Macworld descobriu que:

– O SSD tornou a inicialização do MacBook Pro de 13 polegadas mais rápida, em 20 segundos contra 38 segundos (nota: o MacBook Air de 13 polegadas com armazenamento flash iniciou em 15 segundos)

– O MacBook com SSD também foi 20% mais rápido em testes Speedmark – levando menos da metade do tempo para copiar um arquivo e sendo significativamente mais rápido em outras operações com arquivos.

– O SSD também permitiu que o MacBook pro se saísse melhor do que um modelo com um processador mais rápido, pelo menos em testes que forçavam bastante o disco: o MacBook Pro 2.3GHz Core i5 com SSD foi 8% mais rápido do que o MacBook Pro 2.7GHz Core i7 com um HDD 5400-RPM 500GB.

Aqui você tem algumas medidas concretas, e algo para realmente levar em consideração se você está de olho nas configurações de MacBook Pro. Junto com o aumento na velocidade, o SSD também oferece maior resistência a impacto, menos barulho, maior duração de bateria, e a durabilidade que podem muito bem fazer valer a pena o upgrade – se você conseguir sobreviver à redução da capacidade do drive.

Nota: Você também pode instalar um SSD no seu MacBook por conta própria (e possivelmente economizar dinheiro no processo) e nós também temos um guia para ajudar caso você esteja se questionando se os Solid State Drives valem o investimento.

Foto por gillyberlin. [PCWorld/Macworld]