Um conceito de interface não precisa ser prático para ser interessante, ou para fazer o software atual parecer coisa do passado. Uma prova é a nova interface de celular projetada pelo grupo sueco The Astonishing Tribe, renderizada em glorioso 3D e potencialmente brilhante.

O truque, ao que parece, é que o TAT aplicou alguns conceitos de interfaces 2D em um conceito decididamente 3D. Os movimentos não são arbitrários, e o input do usuário nunca é desperdiçado — para a lógica do usuário, tudo se comporta como em uma interface plana em 2D.

Como você provavelmente já sacou pelo hardware de referência e pela limitada demonstração, nada disso está pronto sob qualquer ponto de vista, nem é limitada a um único produto. Mas também não é nada impensável. Paul, Blomdahl, do TAT, me contou:

Não é uma interface de usuário totalmente funcional (nem mesmo utilizável) ainda, mas estamos tentando dar uma dica sobre do que serão capazes os futuros telefones nos quais estamos trabalhando.

"Nos quais estamos trabalhando"? Ora, seu provocador! [TAT]