A GSA afirma que 76 países contam com planos concretos de lançamento do LTE, enquanto outros 17 países e mais 59 operadoras estão “engajadas” nos testes e estudos da tecnologia. A meta é que até 2012 119 redes comerciais de LTE estejam disponíveis em 50 países.

Ok, os números são empolgantes, mas sabemos que isso é uma forma de deixar claro que o mercado já tem seu favorito quando o assunto é 4G. Apesar de algumas operadoras já usarem a rede WiMAX em países como os EUA, tudo indica que a tecnologia fará companhia ao HD-DVD.

Mas e o Brasil? Segundo o IDG:

O órgão indica que a Anatel vendeu 15 lotes de frequência em dezembro e que TIM, Oi e Sercomtel compraram na banda de 1800 MHz e Claro no espectro 800 MHz.

Ainda de acordo com o documento, Oi vem experimentando a LTE desde meados de junho 2011, juntamente com quatro fornecedores para testes do sistema em laboratório e tem condições de ofrecer a rede em várias cidades. A Claro está testando desde o último trimestre.

Isso pode parecer empolgante, mas não bate com a vontade das operadoras de adiar o leilão das bandas principais do LTE. Mesmo assim, é uma evolução, não? O relatório também cita o uso do LTE pela Sky, mas como já explicamos por aqui, essa banda larga não tem nada de móvel. [IDG]