As amarras de segurança da Mac App Store foram crackeadas. Isso significa que instalando um software chamado Kickback, o usuário poderá piraterar qualquer aplicação da loja. No entanto, o crack só estará disponível em fevereiro, de acordo com o criador, chamado Dissident:

Eu não quero soltar o kickback logo depois do lançamento da [Mac App] Store. Tenho algumas razões para isso.
A maioria dos aplicativos que já existem na Mac App Store [em primeira instância] são realmente bons. A Apple não irá colocar porcarias na App Store logo após seu lançamento. Provavelmente levará meses para a App Store ficar realmente forrada de aplicativos idiotas, e quando percebemos que ela já está inundada de vez, esse provavelmente será o dia de lançamento do Kickback.
Então nós não lançaremos o Kickback enquanto a loja não estiver estabelecida, não enquanto os desenvolvedores não tiverem colocado seus aplicativos no ar. Nós não queremos derrubar o valor de aplicativos nem frustrar desenvolvedores.

Dissident é um membro da Hackulous, a comunidade que crackeou o sistema de Controle de Direitos Digitais da Apple para iOS.

Mesmo não apoiando a pirataria, eu entendo a necessidade de permitir que as pessoas testem aplicativos de forma gratuita, principalmente quando existem tantas toneladas de lixo de software pela internet. Mesmo assim, isso abre a porta para a pirataria desenfreada, que não é boa para ninguém, mesmo para usuários e principalmente para desenvolvedores, se olharmos num cenário a longo prazo.

Por isso a Apple deveria fornecer um modo de teste para todos os aplicativos. Versões lite e trial não adiantam. Elas são incompletas e nada universais. Permitir que todos os apps tenham um sistema de teste por 24 horas seria perfeito, permitindo que o usuário compre na hora ou delete a hora que quiser o aplicativo durante o teste.

E isso também seria muito interessante no iOS. [Gadgets DNA]