Há mais de um ano eu e você lemos notícias sobre quão bacana é o Android, sistema operacional do Google para celulares. E você: poxa, o robozinho é tão simpático! Quando eu o verei em um celular do Brasil? Este ano. É o que prometem pretendem os executivos do Google, que anunciaram as boas intenções no Google Press Summit 2.0, confêrencia para jornalistas em São Paulo que mostra o que acontece e o que acontecerá com a empresa na América Latina, região que eles planejam conquistar para terem mais 3 exércitos por rodada.

Disse Alexandre Hohagen, diretor-geral do Google América Latina: “O que eu posso garantir é que teremos novidades em Android até o final do ano no Brasil. A equipe local está bem avançada no trabalho com a plataforma”. Parece promissor, não?

A Google pretende também mudar seu modelo de negócio do Android, que hoje é feito com parcerias com operadoras de celular – como no caso dos americanos e ingleses, que só tinham a opção de contratos com a T-Mobile para conseguir o HTC G1, único aparelho até agora com o sistema – para distribuição diretamente com os fabricantes de celulares (OEM).

Agora é sentar e esperar. E tentar descobrir qual dos 18 modelos de celulares que terão Andriod até o fim do ano aportará por aqui.