A RIM não confirma a notícia, mas o co-CEO Jim Balsillie “está no Brasil para anunciar, amanhã, os planos de negócios para o país em um encontro com representantes do governo, empresários e jornalistas em São Paulo”, diz o “Valor”.

O jornal ainda lembra que, no ano passado, Rick Costanzo, diretor da RIM para  América Latina, “afirmou que a companhia estava particularmente preocupada com o impacto dos impostos sobre seus produtos no país e que a fabricação local seria uma das melhores saídas para reduzir o custo dos equipamentos”. Além disso, entre as grandes fabricantes de celular, “apenas a RIM e a Apple não possuem nenhum tipo de montagem local de seus produtos”.



A Flextronics oferece serviços de fabricação para empresas como Cisco, Microsoft, Motorola, Sony Ericsson, HP e a própria RIM.

[Valor]