O que você faz com o bambu, Sílvio? Uma guitarra sustentável, com saída USB.

E ainda ganha um prêmio por isso! A belezinha aí da foto foi batizada de Guitarra Digital JAM, e levou a prata na categoria Ecodesign do IDEA/Brasil, versão brasileira do mais importante prêmio de design industrial do mundo, que rolou semana passada. Os responsáveis pelo projeto são a Agência Bambu de Conhecimento em parceria com a MODO Design.

Além de ter corpo e braço feitos de bambu, a guitarra tem saídas P2 e P10 (para ser ligada no amplificador ou diretamente num headphone, para estudo) e USB. Com o auxílio de uma placa que processa digitalmente o som, a integração com o computador pode fazer a alegria de músicos que fazem do PC/Mac um estúdio portátil. Quem toca guitarra e já ligou o instrumento diretamente no PC, por uma entrada comum de microfone, sabe que a qualidade é sofrível (há placas que resolvem o problema, eu sei), então a saída é uma mão na roda.

E ok, guitarras USB podem não ser exatamente uma novidade (de fato, há até um bom guia para você adaptar a sua), mas com bambu? Primeira vez. A outra boa notícia é que o pessoal da N.Zaganin, uma conceituada lutheria de São Paulo, está agora cuidando para que o produto não seja apenas uma boa ideia. Eles estão acertando a parte eletrônica e a timbragem durante este mês. O plano é que a Guitarra Digital JAM (que precisa de um nome melhor, ok?) seja lançada ainda este ano, com um show em São Paulo. Na fila de projetos da agência estão agora (vejam só) um baixo e uma bateria feitos com o material. Se a banda chamar COMIDA DE PANDA eu me alisto pra tocar.