O anúncio circulou em jornais de São Paulo (inclusive do interior). Mas antes dele rodar, o Makro se ligou no erro e publicou uma errata, nos mesmos veículos (é o que diz a assessoria de imprensa). Com isso, estaria coberta pelo Código do Consumidor. E, cá entre nós, mesmo que não soltasse a errata (obrigação, eu sei), de uma forma ou de outra, qualquer pessoa mais ou menos não-alcoolizada iria sacar que tinha alguma coisa estranha com o anúncio, porque logo abaixo do preço havia as condições de pagamento parcelado: "12X de R$206,26, totalizando R$ 2.475,12 a prazo". Vamos deixar o pré-julgamento de lado e apenas imaginar que nem todo mundo tem calculadora na cabeça, e que esse valor era apenas um exemplo de como os juros no crediário são absurdos. E várias pessoas (não se sabe quantas) foram serelepes às lojas Makro comprar o note à vista, por R$ 899.

Obviamente as lojas não quiseram vender, dizendo que havia sido publicado uma errata. Mas pessoas DE BEM deste meu País acharam que era um absurdo, que haviam sido enganadas! Oh! E perderam todo esse tempo e viagem para uma promoção que não vale! Então muitos foram às delegacias próximas ao Makro ("já que tamos aqui, né?"), registraram boletim de ocorrência e conseguiram na marra comprar o notebook. Ainda não se sabe o tamanho do prejuízo. O Makro soltou uma nota oficial: 

Com o intuito de preservar os direitos do consumidor, o Makro informa que houve erro gráfico no valor à vista do produto “Notebook Philco” – referência PHN14007 – publicado no Encarte Especial Dia das Mães, com vigência no período entre 21/04/2009 e 04/05/2009.

O preço correto do Notebook Philco é R$1.899,00 à vista, ou 12X de R$206,26, totalizando R$ 2.475,12 a prazo.

O Makro lamenta os inconvenientes causados aos seus clientes, e informa que já tomou todas as medidas legais junto aos Órgãos de Defesa do Consumidor e utilizou alguns dos principais veículos de comunicação do país, além de seus canais internos, para informar o valor correto aos consumidores.

Vocês acham que as pessoas que conseguiram comprar os notes a R$ 899 na marra são:

1) Espertas, mas de má-fé
2) Espertas, inteligentes
3) Espertas

UPDATE: Um comentarista aqui (poxa, pessoas anônimas, coloquem um nome, por favor?) disse que recebeu o panfleto em casa, e ligou para a loja para confirmar. O atendente confirmou que foi um erro mas iria disponibilizar cinco peças sem embaraço (aí poderiam alegar depois que "acabou o estoque". Diz o anônimo que um amigo conseguiu comprar sem problemas. Em Santo André o Makro não disponibilizou unidades para venda, e 30 consumidores fizeram boletim de ocorrência (reclamando de "propagando enganosa" em uma delegacia próxima.

 

[Info, com foto do ForumPCs]