A estrela da coletiva da Samsung, ontem era realmente o Star (não vamos cansar da piadinha). Mas a empresa coreana tinha outras cartas na manga, e anunciou que está trazendo a sua linha Beat Edition, composta por quatro celulares totalmente voltados para música. A estrela deles é o Beat DJ, primeiro aparelho com tela de AMOLED vendido (e fabricado) por aqui.

Os outros três celulares da família Beat são versões mais pobres (sem tela bonitinha, ou sem 3G, interface careta) do Beat, e caem na vala mais ou menos comum – e cheia – de celulares que tocam música. Mas o Beat DJ é um bicho diferente.

O design dele é animal, full-touch screen, nada de flips ou slides. Dá pra confundir com um player de música se você não mexer nele, contando com uma entrada USB e uma entrada de fones padrão, P2. Colocando as mãos nele não tem como não ficar babando na tela de 2,8" AMOLED dele, que já está embelezando as novas TVs da Samsung. São cores e contrastes absurdos pra um celular, a coisa ficou realmente bonita. Sabe aqueles papéis que colocavam nas telas dos celulares na vitrine quando começou a sair display em cores? Parece isso, mas é real! A resposta ao toque é bem responsiva, mas rola um atraso na hora de arrastar algumas coisas, como os widgets, coisa nova na samsung também. Você pode colocar vários na tela, alguns já vêm com o celular, outros você pode baixar direto do celular usando 3G.

Ele tem uma câmera de 3 megapixels com flash que não é nada espetacular, mas também não desaponta horrivelmente. E ela ganha mais pontos com o novo recurso Share Pix, que permite que você tire a foto e já dê o upload na hora para algumas redes sociais e sites como Picasa e Flickr.

A parte multimídia tem algumas "novidades", que já existem por ai, mas não nos celulares Samsung – os programas Beat ID para reconhecer uma música que está tocando no ambiente que você está, e o Beat Tag que verifica uma base de dados e já corrige as informações de artista, album, data.

O player dele é bem intuitivo e bonito, alem de mostrar as informações da música, tem um disco no meio da tela rodando que se tocar pode fazer uns scratches. Ele responde conforme vc vai dando uma de DJ, mas meio atrasadinho. Fiquem calmos, Djs profissionais – ainda não é hora de aposentar as pick-ups. Até tentamos fazer um vídeo, mas ficou meio tosco. Achei um aqui no Youtube que dá a idéia:

O que realmente chama atenção é a potência dos amplificadores. Fabricados pela Bang & Olufsen eles são realmente altos para um celular, mais alto que o Nokia 5800 CWM. Uma coisa legal é ele tocar DivX, que tem uma qualidade bacana, juntando com a boa resolução da tela e dando pra assistir em widescreen deixando o celular na horizontal, ver vídeos nele vale bem à pena.

Especificações:

– Dimensões: 112 x 51 x 13,9 mm / 98g
– Tecnologia: 2,5G EDGE Quad-Band (850/900/1800/1900 MHz), e 3G
 HSDPA 7.2 Dual-Band (850/2100 MHz)
– Display: Full Touch AMOLED 2.8” 16M cores
– Câmera fotográfica com resolução de 3 megapixels + LED Flash
– Rádio FM com RDS e gravador
– Conectividade: Bluetooth 2.1, WiFi
– Music Player: MP3 / AAC / AAC+ / WMA
– Video Player: DivX / XviD / H.263 / H.264 / WMV / MP4
– DJing / DNSe Music Equalizer
– Beat ID NoAr
– MMS Vídeo
– Java 2.0 / WAP 2.0
– Share Pix
– Online Widgets
– Modo Off-line
– Viva-Voz
– Memória interna de 50MB expansível por cartão microSD
– Capacidade máxima de memória: 16GB
– Kit básico inclui além do aparelho, bateria, fone de ouvido estéreo, cabo de dados USB e microSD 8GB.
– Preço sugerido: R$ 1.399,00