Parece que os nossos palpites sobre o que estará dentro dos novos MacBooks Pro estão se revelando corretos: o AppleInsider ouviu que a Apple tem, rodando, alguns MacBooks Pro que consegue alternar entre gráficos discretos e integrados automagicamente, o que é exatamente a descrição da tecnologia Optimus da nVidia.

Se você bem se lembra, os MacBooks unibody de outubro de 2008 foram os primeiros a usar a GeForce 9400M da nVidia, uma combinação de chipset e GPU que deixou na vergonha os gráficos integrados da Intel. E os modelos Pro da época já conseguiam alternar entre capacidades gráficas limitadas, porém econômicas com a bateria, e poder gráfico total, apesar disso necessitar um logout.

A nVidia foi impedida de fazer chipsets para os novos chips da Intel (Core i3/i5/i7), o que impede o uso dos gráficos integrados da nVidia, que são melhores. A nVidia parou completamente com o seu negócio de chipsets. Então! A tecnologia Optimus dela funciona com os gráficos integrados ruinzinhos da Intel, que são feitos no mesmo forno dos novos processadores, mas ainda mais macio que antes: o computador automaticamente troca entre os gráficos integrados da Intel e os dedicados da nVidia, dependendo do que você estiver fazendo. Sem logouts.

Na demonstração que vimos em uma máquina Windows, a automatização da tecnologia tem algums poréns — principal entre eles é o fato do hardware ser completamente dependente do software para dizer a ele qual placa gráfica usar. Mas a Apple trabalhou muito tempo, e muito de perto, com a nVidia, então é provisível que eles estejam fazendo isso de novo, apesar de que não teremos certeza de nada até que a Apple anuncie formalmente os próximos MacBooks. [AppleInsider]