Se você é um vilão maluco, pare de ler isso agora! Aparentemente, marcapassos podem passar por engenharia reversa para disparar choques letais.

Um pesquisador chamado Barnaby Jack (esse nome é sério?) demonstrou recentemente em vídeo essa capacidade dúbia em uma conferência de segurança na Austrália. Basicamente, ele mostrou que existe uma função secreta dentro dos terminais que se comunicam com esses dispositivos eletrônicos que pode ser usada para ativar todos os marcapassos e desfibriladores implantados num raio de 9 metros. Os marcapassos, então, mostram seus seriais e números de modelo. Com isso, é possível fazer o upload de um novo firmware que pode se espalhar por vários implantes. Uma vez instalado, Jack poderia usar seu laptop para mandar uma série de choques de 830 volts para os dispositivos. Isso mata, claro. O pior cenário possível? Isso poderia ser usado para um assassinato em massa de velhinhos:



“O pior cenário que eu posso pensar, que é 100% possível com esses dispositivos, seria carregar uma atualização de firmware comprometida num programador e… o programador iria infectar o próximo marcapasso ou desfibrilador e, então, cada um iria infectar todos os outros ao alcance”, disse Jack.

Enquanto isso, Jack não vai liberar o vídeo porque não quer que psicopatas tenham ideias a partir dele. E como ele não deu nenhuma evidência de ter escapado de um manicômio ou de ter ligações com grupos terroristas, acreditamos que ele seja um espião. Tomara. [SC Magazine via PopSci. Foto: khuruzero/Shutterstock]