As marcas da guerra no Afeganistão em um centro de próteses da Cruz Vermelha

Imagens do centro de reabilitação da Cruz Vermelha em Cabul, no Afeganistão, mostram as marcas da guerra no país.

Os anos de conflito no Afeganistão deixaram marcas indeléveis na população. Prova disso é este centro de próteses.

Estas imagens, da agência AP, mostram o trabalho que está sendo realizado no Comitê Internacional da Cruz Vermelha no centro de reabilitação física em Cabul, no Afeganistão. Lá, pessoas que perderam membros durante a guerra, iniciada em 2001 pelos Estados Unidos, são equipadas com as melhores próteses que a Cruz Vermelha pode oferecer. Você encontra de crianças com problemas de nascença a adultos feridos durante os conflitos.

Segundo a ONG Accessibility Organization for Afghan Disabled (AOAD), o país conta com cerca de 3 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência.

Clique aqui para ver as imagens em tamanho ampliado.

Como você pode ver, não é um local super avançado. Pense menos nas estruturas de fibra de carbono e feitas em impressora 3D, e considere mais em gesso e lixadeiras vibratórias. Apesar de serem menos modernas, os itens ainda dão um sopro de esperança para aqueles que as recebem.

Todas as fotos por Rahmat Gul/AP

Sair da versão mobile