Esta semana, Mark Zuckerberg respondeu a uma série de perguntas públicas no Facebook: ele abordou questões sobre o futuro da rede, a tecnologia por trás dela e a internet como um todo. Abaixo, seguem alguns trechos.

Zuckerberg falou sobre o uso de nomes reais e usuários LGBT no Facebook, e também respondeu questões menos políticas, mais focadas em problemas tecnológicos do futuro. Você pode ler todas as perguntas e respostas no perfil dele no Facebook; nós selecionamos as mais interessantes. Confira:

Sobre o futuro das comunicações:

Um dia, acredito que poderemos compartilhar pensamentos completos e ricos por meio da tecnologia. Você poderá pensar em algo e seus amigos poderão imediatamente experimentar o mesmo se você quiser. Essa seria a tecnologia de comunicação perfeita… Nós costumávamos compartilhar apenas texto, e agora postamos principalmente fotos. No futuro, vídeos serão até mais importante que fotos. Depois disso, experiências imersivas como a realidade virtual se tornarão o normal. E depois disso, teremos o poder para compartilhar nossas sensações e emoções com as pessoas quando quisermos.

Sobre inteligência artificial:

Trabalhamos com inteligência artificial porque acreditamos que mais serviços inteligentes serão muito mais úteis de usar. Por exemplo, se tivéssemos computadores que pudessem entender o significado das postagens do Feed de Notícias e lhe mostrar mais coisas que interessem a você, isso seria incrível. De forma semelhante, se pudéssemos construir computadores que entendessem o que é mostrado em uma imagem, e explicassem tudo para uma pessoa cega, seria igualmente incrível. Isso está tudo dentro do nosso alcance, e espero tornar realidade dentro dos próximos 10 anos.

Sobre realidade virtual:

Trabalhamos na realidade virtual porque eu acredito que este seja a próxima grande plataforma de computação e comunicação depois dos celulares. No futuro, nós provavelmente ainda carregaremos celulares em nossos bolsos, mas acho que também teremos óculos em nossos rostos que nos ajudam ao longo do dia, e nos dão a habilidade de compartilhar experiências com aqueles que amamos de forma completamente imersiva, e de novas formas que ainda não são possíveis hoje.

Sobre notícias no Facebook:

Um dos principais problemas de hoje é que ler notícias é algo lento. Se você usa o nosso app para celular e toque em uma foto, ela geralmente carrega de imediato. Mas se você aperta no link de uma notícia, como ela não está armazenado no Facebook e você precisa baixá-lo de outro lugar, isso pode levar mais de dez segundos para carregar. As pessoas não querem esperar tudo isso, então muita gente abandona a notícia antes dela carregar ou nem mesmo se importa de clicar no link, mesmo querendo ler a notícia.

Isso é fácil de resolver e estamos trabalhando nisso com o Instant Article… Mas é importante lembrar que o Instant Articles não é uma mudança que fazemos sozinhos. Podemos lançar o formato, mas levará um tempo até os editores o adotarem. Então o próximo passo é fazer que o Instant Articles seja completamente funcional, para torná-lo a principal experiência com notícias para as pessoas.

E, hmm, sobre exercícios:

Eu garanto pelo menos três dias de exercício por semana — geralmente a primeira coisa que eu faço depois de acordar. Eu também tento levar meu cachorro para correr sempre que posso, o que é um pouco hilário pois é basicamente como ver um esfregão correr.

Você ler o restante das perguntas e respostas no perfil de Mark Zuckerberg.

Foto de capa: JD Lasica/Flickr