Quando a Huawei lançou o MateBook X Pro no ano passado, ela me pegou de surpresa, pois vinha de uma empresa mais conhecida por fabricar smartphones do que por computadores. Mesmo depois de testar vários outros laptops, continuei considerando o MateBook X Pro como meu ultraportátil favorito do ano.

É por isso que fiquei feliz em saber que, no MWC 2019, a Huawei deu ao Matebook X Pro uma atualização de especificações e um novo irmão, um pouco mais acessível. Agora, no que diz respeito ao chassis, o modelo de 2019 permanece praticamente inalterado em relação ao do ano passado — a única mudança é o logo da Huawei: sai o tradicional ícone de flor da empresa, entram a nome da empresa por extenso.

Teclado do notebook Huawei MateBook X Pro. Uma das teclas da fileira mais próxima ao monitor está saltada e tem uma webcam.

A webcam parece um farol de carro esportivo. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

No entanto, o X Pro ainda tem uma elegante webcam pop-up escondida em seu teclado, um dos melhores chassis unibody de alumínio entre notebooks Windows e o mesmo touchscreen vibrante e fino de 14 polegadas e resolução de 3000 x 2000 pixels.

As novidades do MateBook X Pro deste ano estão do lado de dentro. A Huawei atualizou seu principal notebook com as opções de CPU: agora, ele pode vir com Core i5-8265U ou i7-8565U de 8ª geração, ambos da Intel. Além disso, tem mais espaço para armazenamento, suporte para Thunderbolt 3 para um de suas portas USB-C e conexões de rede melhores, graças ao Bluetooth 5.0 e ao Wi-Fi 802.11ac.

Notebook com um smartphone apoiado sobre ele. O notebook está aberto. Sua tela mostra uma imagem que está na galeria do smartphone.

O compartilhamento de arquivos One Hop em ação. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

A Huawei também adicionou o que está chamando de compartilhamento de arquivos One Hop. Ele permite que você coloque seu telefone na pequena etiqueta NFC que fica no apoio para as mãos do X Pro e transfira arquivos do PC para o smartphone (ou vice-versa) usando o Huawei Share 3.0. A única ressalva é que isso só funciona com os telefones da Huawei, o que pode acabar com o apelo do recurso para muita gente.

Mas para mim, a maior atualização para o MateBook X Pro é a nova GPU Nvidia MX250, que é opcional. A MX250 foi anunciada na CES 2019, e deve dar ao X Pro ainda mais flexibilidade para editar fotos e vídeos em um dispositivo portátil. No entanto, até agora, a nova GPU não estava disponível em muitas das configurações dos laptops à venda no mercado.

Detalhe de dois notebooks lado a lado. O da esquerda, cinza-escuro, é o Huawei MateBook X Pro. O da esquerda, cor prata, é o MateBook 14. O da direita é um pouco mais alto na espessura que o da esquerda.

A diferença de tamanho entre o X Pro e o MateBook 14 existe, mas é muito pequena. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

Em termos de software, o X Pro apresenta alguns ajustes que permitem tirar uma captura de tela simplesmente arrastando três dedos para baixo a partir da borda superior da tela. A imagem pode ser copiada para a área de transferência e colada diretamente em um projeto em seu smartphone. No entanto, mais uma vez, você precisará de um telefone Huawei para fazer essa última parte funcionar.

A Huawei também fez uma versão um pouco mais acessível de seu laptop de 14 polegadas, o novo MateBook 14.

O corpo dele é quase idêntico, mas, quando posto lado a lado com o MateBook X Pro, fica fácil ver que o MateBook 14 é um pouco maior e mais gordinho.

Nas laterais, a Huawei aumentou um pouco sua conectividade, instalando duas portas USB-A, uma porta USB-C e uma HDMI. (O X Pro oferece dois USB-C e um USB-C.) Isso deve tornar o MateBook 14 um pouco mais fácil de usar se você não gosta de carregar dongles.

Além disso, as principais diferenças entre o MateBook 14 e o MateBook X Pro são que o MateBook 14 tem dois alto-falantes Dolby Atmos em vez de quatro, sua tela touchscreen é ligeiramente menor (2.160 x 1.440 pixels e 14 polegadas) e não há suporte para o Thunderbolt 3. Não é uma grande mudança, mas pode ser uma boa opção para pessoas menos preocupadas com o tamanho e a espessura do seu laptop e mais preocupadas com o bolso. Dois notebooks empilhados um sobre o outro, de maneira torta. Um é prata e outro é cinza escuro.

Os dois modelos estarão disponíveis em duas cores: cinza espacial e prata místico. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

Independentemente de qual deles se adapte melhor ao seu estilo, caso você tenha perdido o modelo original — ele se tornou tão popular que a Huawei teve problemas para mantê-lo em estoque — é bom ver um dos melhores laptops tradicionais do ano passado preparado para 2019. Embora não haja nenhuma palavra sobre preços ou disponibilidade nos Estados Unidos, e apesar dos problemas da empresa com o governo dos EUA, a probabilidade de esses laptops chegarem aos EUA continua bastante alta.

O MateBook 14 tem preço a partir de 1.200 euros para sua versão com processador Core i5, 8GB de RAM, 512GB SSD e Nvidia MX 250 GPU. Já o modelo i7 com 16GB de RAM sai por 1.500 euros.

Enquanto isso, o novo Matebook X Pro começará em 1.600 euros para a versão i5 com 8GB de RAM, 512GB SSD e MX 250 GPU. O modelo i7 com 16GB de RAM e 1TB custará 2.000 euros. Não há nenhuma palavra sobre o preço oficial dos EUA nem de valor e disponibilidade no mercado brasileiro.