Medo e depressão: está cada vez mais claro que insetos têm sentimentos

Assim como os humanos, abelhas e moscas-das-frutas também podem experenciar alguns sentimentos. Veja as evidências.

Sentimentos dos insetos

Imagem: Erik_Karits/Pixabay/Reprodução

O cérebro dos insetos segue um padrão similar ao dos humanos. A maior parte do aprendizado e da memória destes seres, por exemplo, ficam em regiões arqueadas que já foram comparadas ao nosso córtex. Caso você não se lembre, essa é a seção responsável pela nossa linguagem, raciocínio, consciência, entre outras funções.

Como foi mostrado em reportagem publicada pela BBC, a capacidade cognitiva de humanos e insetos pode ser comparada. As abelhas conseguem contar até quatro, enquanto as formigas são capazes de selecionar objetos externos e aplicá-los em suas tarefas do dia a dia. 

Estudos recentes trazem evidências de que, assim como nós, os insetos também podem ter sentimentos. Confira: 

Abelhas

Uma pesquisa de 2011 realizada por cientistas da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, decidiu examinar se as abelhas poderiam expressar emoções. Para isso, treinaram um conjunto de insetos que deveria associar odores a recompensas. O primeiro odor era de uma substância açucarada enquanto o segundo pertencia a um líquido amargo.

As abelhas foram divididas em dois grupos. Um deles foi agitado o bastante para causar desconforto similar ao de predadores, mas não causar danos. Já o outro pôde ficar apenas apreciando a bebida doce. 

Então, os pesquisadores testaram como as diferentes experiências afetavam o humor das abelhas. Elas foram expostas a novos odores, e as abelhas que ficaram no bem bom seguiam esperando receber outro drink açucarado. As abelhas que foram chacoalhadas, por sua vez, eram menos propensas a essa reação. Na verdade, elas se tornaram céticas e desconfiadas.

Há ainda um segundo comportamento observado por pesquisadores que indica o medo das abelhas. Estes insetos são comumente caçados por vespas gigantes, capazes de atacar colônias inteiras. 

Um estudo publicado em novembro de 2021 sugere que as abelhas usam uma versão amplificada de seu zumbido quando estão sob ameaça destes insetos. Não há confirmações de que o grito seja uma reação emocional das abelhas, mas as características acústicas são similares aos gritos de alarme de vários outros animais, como aves e primatas.

Moscas-das-frutas

Evidências indicam que as larvas de mosca-das-frutas e também as moscas adultas são capazes de sentir dor mecânica. Basta pegá-las na mão e elas tentarão escapar.

Provar a dor emocional, por outro lado, é mais difícil. Em entrevista à BBC, o pesquisador da Universidade de Sydney Greg Neely citou um exemplo similar ao das abelhas. De acordo com ele, as moscas-das-frutas podem ser treinadas para associar certos odores a coisas desagradáveis. Sendo assim, elas correm para longe sempre que sentem o cheiro específico.

Porém, quando estas moscas não conseguem fugir do odor negativo, desistem e exibem um comportamento de desamparo que pode ser comparado à depressão. Mais uma evidência de que os insetos têm sentimentos.

Sair da versão mobile