Os melhores apps para ficar offline

Às vezes não conseguimos uma conexão com a internet, seja por estarmos viajando ou passando num túnel do metrô. Separamos aplicativos que podem ser úteis nessas ocasiões.

Gizmodo

Seja viajando fora do país, passando por túneis do metrô, com um plano de dados limitado um numa distopia futurística na qual a infraestrutura básica da civilização entrou em colapso, a conexão com a internet nem sempre está ao seu alcance. Mas se você tiver estes aplicativos instalados, não deverá passar apuros.

Google Maps

Captura de tela: Gizmodo

Algo que o Google Maps (Android, iOS) definitivamente faz melhor do que o Apple Maps é oferecer resultados offline. No menu do aplicativo, toque em Mapas offline e Selecione seu mapa (Android) ou Mapa personalizado (iOS) para salvar trechos do mapa no seu celular.

O Maps pode ter salvado alguns locais, como a sua casa e local de trabalho. Não dá para ter atualizações de notícias de trânsito enquanto estiver offline, claro, mas a maioria das outras funções funcionam bem.

Pocket

Captura de tela: Gizmodo

Pocket (Android, iOS) faz um trabalho excelente para quando estamos sem conexão com a internet. Com ele, você pode ler todos aqueles artigos que salvou enquanto está num voo longo, por exemplo. Assim que você abre o app, os artigos são sincronizados e então baixados – não é preciso fazer nada além de ter uma conta. As únicas opções relevantes é se o Pocket deveria salvar uma versão simplificada do texto ou a versão web – isso pode ser ajustado na seção “Baixando offline” das configurações.

Wikipedia

Captura de tela: Gizmodo

Uma função que você pode não ter encontrado na Wikipedia (Android, iOS) para dispositivos móveis é a possibilidade de salvar artigos para ler offline. Isso é feito a partir da função “Listas” do aplicativo e basta tocar no pequeno ícone de marcador na barra de ferramentas para salvar um artigo em uma lista (você pode criar quantas listas quiser). O recurso não exige que você tenha uma conta na Wikipedia, mas se você fizer login, você pode sincronizar suas listas em vários dispositivos.

Guides by Lonely Planet

Captura de tela: Gizmodo

Um dos momentos que é provável que você fique sem conexão é ao viajar. O Guides by Lonely Planet (Android, iOS) pode funcionar sem internet: basta abrir o guia para a cidade que você quiser, escolher Places a partir do menu hambúrguer (três barrinhas) e Tap to download offline map. Apesar de o app estar todo em inglês, vale muito a pena ter guias para mais de oito mil cidades. na palma da mão – um limite na versão gratuita e a assinatura custa US$ 5 por mês.

Google Docs

Captura de tela: Gizmodo

Infelizmente você não pode mais usar a falta de internet como desculpa para não trabalhar. O Google Docs (Android, iOS) funciona offline e irá sincronizar as suas alterações quando uma conexão for encontrada. No menu do aplicativo toque em Configurações e se assegura que a opção Tornar arquivos recentes offline está habilitada. O Docs não especifica o que “recente” significa, então é uma boa ideia abrir os documentos importantes antes de uma viagem longa.

Evernote

Captura de tela: Gizmodo

O Evernote (Android, iOS) tem muitas características interessantes e uma delas é a possibilidade de salvar determinados cadernos e seus conteúdos para acesso offline – mas isso só está disponível na versão Premium (R$ 9/mês). Encontre a página de Configurações no aplicativo do Evernote (no menu do app no Android e na aba Conta do iOS), toque em Cadernos e escolha Cadernos Offline.

Amazon Kindle

Captura de tela: Gizmodo

Que melhor maneira de passar tempo sem internet do que lendo um livro? O aplicativo Amazon Kindle (Android, iOS) sincroniza automaticamente os ebooks com o seu dispositivo para uso offline assim que você os abre, assim você não precisa se preocupar em perder a conexão. Se você também tiver um Kindle físico, seu progresso de leitura é sincronizado entre seu e-reader e seu celular assim que seus dispositivos estiverem online.

Spotify e companhia

Captura de tela: Gizmodo

Spotify (Android, iOS) permite que você armazene playlists para ouvir offline se você for tiver uma conta premium, que custa R$ 16,90 mensais. No topo de cada playlist ou álbum, há um botão que permite fazer o download das faixas listadas. O mesmo recurso está disponível em praticamente todos os outros aplicativos de streaming de música, embora seja quase sempre reservado para assinantes.

Netflix e companhia

Captura de tela: Gizmodo

Assim como streaming de música, o serviço de streaming de vídeo que você usa provavelmente tem suporte para reprodução offline, desde que você se organize para baixar filmes ou episódios com antecedência – e isso inclui o app do YouTube caso você tenha a versão Premium. No caso da Netflix (Android, iOS), você precisa tocar nos ícones de download ao lado de episódios e filmes que você deseja guardar, embora, devido a acordos de licenciamento, nem tudo possa ser salvo.

Sair da versão mobile