Uma semana atípica para o iOS. Poucos apps, e não muito inspirados… Alguns joguinhos aqui, redes sociais ali e a vida segue. Enfim, o garimpo ainda vale a pena, só não espere grandes surpresas.

DuckDuckGo

DuckDuckGo Search & Stories (grátis): O DuckDuckGo é um buscador diferente. Ele se orgulha de não violar a privacidade dos usuários e usa essa característica como diferencial. Em tempos de PRISM e preocupações com o que é feito com nossos dados na web, é um grande diferencial. O app móvel estreou essa semana e, além de funcionar como buscador, ele traz uma seleção de notícias baseadas em uma seleta lista de fontes.

Jolidrive

Jolidrive (grátis): Dos criadores do Jolicloud, aquela distribuição Linux para netbooks que depois virou uma central de redes sociais, este novo app tem uma proposta similar a essa última, voltada para o consumo de conteúdo. Ele se conecta a redes sociais, serviços de fotos, músicas e vídeos, e permite condensar tudo em uma (bonita) interface unificada. Para iPhone e iPad.

Hand Talk (grátis): Eleito o melhor app social do mundo pela ONU, o Hand Talk é uma solução completa de tradução entre português e LIBRAS, a linguagem brasileira de sinais. O Hugo, intérprete virtual da linguagem, traduz textos, voz e imagens (via OCR) para sinais. Excelente iniciativa e ótima execução.

OneNote (grátis): O OneNote ganhou uma versão nova, totalmente reformulada para dispositivos móveis. Além do tapa no visual, novos recursos, como suporte a cadernos do Office 365, mais opções de formatação e widgets para as telas iniciais.

Wibbitz

Wibbitz (grátis): Os desenvolvedores deste app de notícias dizem que “ler longos artigos num dispositivo móvel é difícil demais”. A solução? O app deles, claro. O Wibbitz resume e transforma em vídeos notícias a partir de fontes selecionadas pelo usuário. A apresentação é bem bonita e a geração dos resumos em vídeo é totalmente automatizada. Apenas para iPhone.

Limbo

Limbo (US$ 4,99): Sucesso primeiro no Xbox 360, depois no Windows, o jogo Limbo chega ao iOS. O enredo é simples: sem saber onde sua irmã está, um garotinho sem nome entra no Limbo em busca dela. A arte de Limbo é magnífica, a (falta de) trilha sonora, imersiva, e os controles super simples. Não esquente com as incontáveis mortes que você sofrerá ao longo da jornada; elas são uma parte importante do que faz Limbo ser tão legal. Para iPhone e iPad.

Samurai Shodown 2 (US$ 8,99): Para os saudosistas que perdiam tardes (e pequenas fortunas em forma de moedas) nos fliperamas da década de 1990, Samurai Shodown 2, o jogo de samurais e espadachins da SNK, agora está na palma da mão. Tem multiplayer via Bluetooth, novos botões (incluindo um apelativo “SP” para soltar especiais) e até uns movimentos novos.

Colin McRae Rally US$ 4,99: Antes de virar DiRT, a famosa franquia de rally da Codemaster para consoles e PC se chamava Colin McRae Rally, com todo o apoio e consultoria do grande (e finado) piloto que dava nome ao jogo. Esta versão para iOS traz 130 km de pistas, vários carros clássicos das pistas de terra e gráficos bem legais. Para iPhone e iPad.

Fuse

Fuse (grátis): Para aficiados por (várias) redes sociais, o Fuse se apresenta como a solução definitiva para acompanhar o que seus amigos escrevem, fotografam e fazem. O app permite cadastrar contas do Instagram, Twitter, Facebook e LinkedIn (e outras mais, no futuro) e acompanhar o que rola nesses locais a partir dele. Há alguns pontos quebrados ainda, devido às restrições nas APIs, mas boa parte das funcionalidades de todas essas redes já funciona ali. Para iPhone.