Para barrar campanhas de desinformação, a Meta está planejando reduzir o encaminhamento de mensagens no WhatsApp para apenas uma conversa em grupo. A novidade está sendo testada na recém-lançada versão beta (2.22.7.2) do famoso aplicativo de mensagens, conforme revelou o site WABetaInfo.

Nos últimos anos, principalmente durante períodos eleitorais e, mais recentemente, na pandemia, a empresa tem sido duramente criticada por não conseguir conter a disseminação de fake news, rumores e outras informações falsas no aplicativo.

Há cerca de dois anos, o WhatsApp passou a identificar automaticamente aquelas mensagens encaminhadas em massa (mais de quatro vezes). Por conta da criptografia ponta a ponta, o app não consegue ler as mensagens, mas inclui um contador que permite acompanhar quantas vezes algo é compartilhado na plataforma.

A empresa também limitou o encaminhamento de uma mensagem recebida para até cinco conversas por vez. Porém, no ano passado, esse limite de reencaminhamento foi reduzido para uma única conversa por vez, em meio ao compartilhamento de notícias falsas sobre a Covid.

Será o fim do encaminhamento no WhatsApp?

Agora, com a nova regra, o usuário só pode encaminhar uma mensagem para um grupo por vez. Se for preciso encaminhar a mesma mensagem para mais de um grupo, será necessário selecionar a mensagem e encaminhá-la novamente.

A verdade é que essa nova restrição — assim como as outras que poderão vir no futuro — pode desestimular cada vez mais o encaminhamento de mensagens no aplicativo, tornando-o em um procedimento no mínimo “irritante”.

Ainda não informações sobre quando a nova regra entrará em vigor, mas, é provável, que ela esteja disponível antes de outubro, quando ocorre a eleição presidencial no Brasil.

Recurso (ainda em fase beta) vai limitar o encaminhamento de mensagens para apenas um grupo por vez. Imagem: WABetaInfo/Reprodução