O iPhone já tem quase 1/5 do mercado mundial de smartphones, e o BlackBerry também continua a ganhar espaço, ultrapassando os 20%. Então quem está perdendo?

A Nokia, por exemplo. Sony Ericsson e Motorola também diminuíram a sua fatia. A Palm, presumivelmente inclusa na categoria “Other” (outros), consolidou a sua linha em um único aparelho durante 2009, o que fez bem para a sua imagem, mas infelizmente não para as suas vendas.

A Apple e a RIM têm ganhado mercado por razões similares: as duas atraíram consumidores mainstream – com produtos como o iPhone 3G com preço reduzido e o barato-mas-decente BlackBerry Curve – e usam suas lojas de aplicativos como um dos principais atrativos.

Parece que o Google ajudou a HTC a subir um pouco. Estou curioso para ver o que acontecerá no próximo ano, com o Android em um maior número de aparelhos. [Ars]