As falhas de segurança Meltdown e Spectre que afetavam os processadores dos nossos dispositivos estão sendo corrigidas aos poucos, mas há alguns problemas a serem enfrentados. Além dos bugs que surgiram com as atualizações, é preciso instalar as correções. É aí que a coisa fica um pouco complicada para algumas pessoas. A Microsoft, pelo menos, vai dar uma mãozinha.

Pesquisadores descobrem novas maneiras de explorar o Meltdown e o Spectre em CPUs modernas
Saga de falha de processadores da Intel é uma bagunça e parece não ter fim

Os usuários da última versão do Windows 10 com processadores da Intel receberão a atualização de microcode que corrige a segunda variação da falha do Spectre. A fabricante dos chips já liberou essa correção, que oferece aos sistemas operacionais um controle maior sobre determinados aspectos de execução. No entanto, era preciso recorrer aos fabricantes dos computadores e placas-mãe para deixar tudo em ordem.

Esse tipo de atualização de microcode, conforme aponta o ArsTechnica, possui dois canais de distribuição: pelo firmware do sistema ou pelo sistema operacional em si. Por algum motivo, a Microsoft não estava oferecendo os últimos updates por meio do seu driver. A partir de agora, pelo menos, os usuários poderão baixar pelo Windows Catalog.

Inicialmente, a iniciativa cobre apenas processadores Skylake da Intel, mas a Microsoft diz que expandirá as atualizações conforme elas forem disponibilizadas. A parte ruim é que a companhia ainda não vai liberar a correção por meio do Windows Update. Ou seja, é necessário ir até o site, baixar e instalar manualmente. Ainda não está claro se eles mudarão a estratégia para cobrir o maior número de usuários possíveis liberando via atualizações automáticas.

A Microsoft alerta também que quaisquer atualizações do Windows exigem uma versão atualizada de um antivírus, por causa de problemas de compatibilidade e falhas de segurança que não ativavam as correções. Eles ainda estão trabalhando para corrigir essa falha.

[ArsTechnica]