por Daniel Junqueira

Depois de mais de dez anos nas lojas, a Microsoft está dando adeus ao Xbox 360. O console lançado em novembro de 2005 não vai mais ser produzido pela Microsoft.



>>> [Entrevista] Phil Spencer, da Microsoft, fala sobre retrocompatibilidade, Kinect e o futuro do Xbox

Lançado um ano antes da concorrência, o Xbox 360 foi um grande sucesso para a Microsoft: até 2013 ele tinha vendido 78 milhões de unidades, e durante uma parte considerável da sua vida ele ficou à frente do Sony PlayStation 3 em vendas.

Tão bem sucedido foi o Xbox 360 que ele continua sendo extremamente popular pelo mundo, mesmo com o Xbox One no mercado há dois anos e meio. O Xbox 360 é o console mais popular do Brasil – 40,9% dos jogadores brasileiros usam o Xbox 360, segundo a Pesquisa Game Brasil 2016.

Em um post no blog Xbox Wire, o chefão da área de consoles da Microsoft, Phil Spencer, falou sobre o sucesso e importância do console, e como a ideia a partir de agora é se concentrar ainda mais na produção e promoção do Xbox One e do Windows 10. “As realidades da fabricação de um produto com mais de uma década de vida estão começando a nos assustar. E é por isso que tomamos a decisão de encerrar a fabricação de novos consoles Xbox 360”, escreveu Spencer.

Os consoles não devem sumir imediatamente das lojas, já que há um grande estoque de Xbox 360 pelo mundo. O mesmo vale para acessórios, como controles. Serviços online como a Xbox Live continuarão funcionando.

A biblioteca do Xbox 360 – ou ao menos parte dela – pode ser jogada no Xbox One através da retrocompatibilidade adicionada no ano passado ao console, e a Microsoft continua ampliando a lista de títulos compatíveis.

[Xbox Wire]

Foto via Flickr