Felizmente, o número de tecnologias assistivas vêm crescendo nos últimos anos. Isso não significa, no entanto, que a indústria ofereça opções de acessibilidade com seus produtos e serviços existentes. No caso de jogos, por exemplo, ainda há muito a ser feito apesar de algumas melhorias recentes.

Ciente disso, a Microsoft anunciou um novo programa para avaliar a acessibilidade em jogos para Xbox e de computador, como uma forma de ajudar os desenvolvedores a aprimorá-los. Além disso, a empresa também atualizou as Diretrizes de Acessibilidade do Xbox (XAG é a sigla em inglês), que agora incluem uma linguagem mais clara e exemplos de implementação, segundo o The Verge.

Em uma publicação em seu blog na terça-feira (16), a Microsoft diz que os desenvolvedores poderão enviar seus títulos, seja para Xbox ou PC, para serem analisados e validados pela empresa de acordo com as recomendações descritas nas XAG. Depois de submeterem seus títulos, os criadores de jogos receberão um relatório que inclui o feedback de jogadores portadores de deficiência, além de links para informações sobre design inclusivo, organizações sem fins lucrativos relevantes e especialistas em acessibilidade.

Ainda de acordo com o comunicado da Microsoft, qualquer problema encontrado durante os testes de um jogo serão reportados com “passos de reprodução, capturas de telas e outras informações para ajudar os desenvolvedores a entender quais aspectos de uma determinada experiência podem ser desafiadores para certos jogadores que tenham alguma deficiência”.

Assine a newsletter do Gizmodo

A iniciativa pode ser um passo importante no mercado de jogos e incentivar outras empresas a olharem com mais atenção para a acessibilidade em seus produtos e serviços. O fato de o novo programa da Microsoft contar com feedback do próprio público-alvo é essencial para tornar a experiência, de fato, inclusiva e capaz de atender às necessidades reais dos jogadores.

[The Verge]