De acordo com a Microsoft, um computador infectado por vírus não é diferente de um humano doente. Isto significa que ele deve ficar em quarentena até ficar saudável, para que não coloque a saúde dos outros em risco:

Assim como quando um indivíduo que não está vacinado coloca a saúde dos outros em risco, computadores que não estejam protegidos ou que tenham sido expostos a um bot colocam outros em risco e representam um risco maior para a sociedade. No mundo físico, organizações internacionais, nacionais e locais de saúde identificam, monitoram e controlam o contágio de doenças, o que pode incluir, se necessário, colocar pessoas em quarentena para evitar a infecção de outros. De forma simples, precisamos melhorar e manter a saúde dos dispositivos para consumidor conectados à Internet, a fim de maior risco aos outros.

Colocar computadores infectados em quarentena não parece exatamente uma tarefa fácil, mas a Microsoft tem um plano. Eles querem implementar um "exame de saúde" que confirme se o computador está pronto para entrar na internet:

Apesar de as condições a serem checadas mudarem com o tempo, a experiência atual sugere que tais exames de saúde garantiriam que correções de software sejam aplicadas, um firewall esteja instalado e configurado corretamente, um antivírus com definições atualizadas esteja rodando, e que a máquina não esteja infectada com vírus.

No entanto, há problemas com este plano. Algumas pessoas talvez não queiram realizar o esforço necessário para o exame de saúde, ou o computador pode estar tão infectado que nem vai rodar o programa. Enfim, a Microsoft parece acreditar que podemos transformar a internet em um lugar mais seguro se fizermos um teste antes de entrarmos, e a ideia é interessante. [Technet via BBC]

Ilustração por Sam Spratt.