É preciso ter habilidade e o equipamento certo para manter estável um vídeo em primeira pessoa. Mas um novo projeto da Microsoft Research tem como objetivo ajudar os aventureiros a criarem hyperlapses fluidos, que não deixarão ninguém com vertigem ao assisti-los.

Os pesquisadores Johannes Kopf, Richard Szeliski e Michael Cohen desenvolveram o software – que a equipe promete lançar como um app para Windows – para ajudar a criar vídeos timelapse sem multiplicar a trepidação da câmera.

Como o vídeo acima mostra, esse algoritmo leva a estabilização de vídeo a outro nível. Ele funciona assim:

Nosso algoritmo primeiro reconstrói a trajetória 3D da câmera, bem como geometrias densas em cada quadro [do vídeo] que servem de referência. Nós, então, criamos uma nova trajetória otimizada para a câmera para tornar o vídeo fluido… Em seguida, nós calculamos pontos geométricos de referência para cada quadro do vídeo. Isso nos permite renderizar os quadros a partir dos novos pontos de vista na trajetória otimizada.

Basicamente, o software cria um mapa 3D da trajetória original, e depois recria as imagens em uma nova trajetória que não lhe dará enjoos. Depois disso, o software reúne as imagens em um vídeo fluido, acabando com a trepidação. Se você está curioso pelos detalhes técnicos, confira o vídeo abaixo:

O TechCrunch lembra que isto é semelhante a outro projeto da Microsoft, o Photosynth, no qual Kopf e Szeliski também trabalharam; ele reúne várias fotos para dar uma visão de 360 graus, ou para criar um tour virtual. Você pode experimentá-lo aqui.

O projeto Hyperlapse fará parte do SIGGRAPH 2014, conferência sobre computação gráfica e técnicas interativas. [Microsoft Research via TechCrunch]