O Microsoft Surface com Windows RT teve uma recepção mista entre os que testaram. Mas há algo bem mais promissor vindo da Microsoft: o Surface com Windows 8 Pro. A mistura de ultrabook e tablet com processador Intel chega em apenas dois meses… aos EUA.

A Microsoft anunciou hoje que o novo Surface custará a partir de US$899 na versão de 64GB, enquanto a versão de 128GB sairá por US$999.

Ambos os modelos vêm com tela Full-HD de 10,6″, processador Core i5, 4GB de RAM, uma porta USB 3.0, e rodam todos os programas do Windows 8 – não têm as limitações do Windows RT. Eles têm 13,5mm de espessura e pesam 903g. Segundo a Microsoft, ele terá “aproximadamente a metade da duração de bateria do Surface RT” – ou seja, cerca de 4 horas.

Esse preço também inclui uma caneta stylus. No entanto, as capas com teclado (Touch Cover e Type Cover) são vendidas separadamente por US$120 e US$130, respectivamente. Ou seja, para ter um verdadeiro substituto de laptop, você terá que desembolsar pelo menos US$1.020 no total.

Nós sabíamos há um bom tempo que o Surface com Windows 8 Pro custaria mais caro: ele é praticamente um ultrabook com touchscreen. A Microsoft só precisa evitar confusão, e não vender este Surface como um tablet comum. Afinal, quantas pessoas pagariam quase US$1.000 pelo que, para um leigo, seria um concorrente ao iPad?

Como o Surface com Windows 8 tem hardware comparável a ultraportáteis, seu preço também é semelhante. O MacBook Air equivalente, por exemplo, custa US$999 – mas não tem uma touchscreen destacável. Laptops com Windows 8 e touchscreen custam US$1.000 ou mais, em geral.

A Microsoft ainda não informa exatamente quando o Surface estará disponível (em qual dia?!), nem abriu pré-venda para ele. E provavelmente teremos que esperar algum tempo para vê-lo desembarcar no Brasil, se isso acontecer. [Microsoft]