Parece que todos os dias tem alguém em um escritório chique falando sobre como o trabalho em equipe e a colaboração são a chave para o sucesso. Mesmo assim, ainda estamos presos às mesmas ferramentas irritantes de videoconferência que fazem as pessoas quererem desistir.

O Microsoft Surface Hub 2S, porém, parece um pouco diferente, um pouco mais avançado. Ele pode finalmente cumprir a promessa de tornar a colaboração com seus colegas de trabalho um pouco menos dolorosa.

Ostentando uma grande tela de 50 polegadas com uma resolução 4K de 3840 x 2560 e uma webcam também 4K, o Surface Hub 2S tem tudo o que você precisa para ver até quatro colegas de equipe em tamanho real ao mesmo tempo em FullHD.

Mas o avanço real para o Surface Hub 2S é quando você o emparelha com um dos suportes com rodinhas da Steelcase e uma bateria integrada projetada pela APC — fabricante bem conhecida de fontes de alimentação ininterruptas. Com esses dois itens, o Surface Hub 2S se torna uma tela portátil que é muito simples de arrastar para onde você quiser.

Com uma duração de bateria estimada em cerca de 100 minutos, o Surface Hub 2S deve ser capaz de passar por toda uma reunião longe da tomada, mesmo que, na maioria dos casos, isso provavelmente seja um exagero — afinal de contas, você só precisará desconectá-lo se precisar levá-lo de um sala de conferências para outra. Como o Surface Hub não desliga quando você tira o cabo da tomada, não precisa se preocupar em perder seu trabalho caso seja necessário levar a tela para outro lugar.


Não sei se sempre demora assim para importar imagens, mas, seja como for, é mais rápido do que desenhar a imagem original uma segunda vez. GIF: Sam Rutherford/Gizmodo

O que impressiona mesmo, no entanto, é a praticidade. No aplicativo Whiteboard da Microsoft, há uma ferramenta que pode ler automaticamente seu manuscrito e, em seguida, “embelezar” automaticamente para que qualquer pessoa com quem você trabalhe não seja forçada a tentar decifrar sua letra de médico.

Além disso, há outro recurso que pode importar uma imagem normal e transformá-la em um desenho digital, como se tivesse sido feito no aplicativo Whiteboard.

É claro que, como o resto dos computadores recentes da Microsoft, o Surface Hub 2S vem com suporte de precisão total do Windows Ink e uma caneta incluída. Além disso, devo mencionar que aprecio a tela fosca do Surface Hub 2S, que faz um bom trabalho ao diminuir os reflexos, além de dar uma boa textura para desenhar ou fazer anotações.

Uma olhada mais de perto na bateria inclusa do Surface Hub 2S. Com ela, levar a tela de um lugar para outro sem grandes transtornos. Imagem: Sam Rutherford/Gizmodo

Caso uma tela de 50 polegadas não seja suficiente, há também uma versão de 85 polegadas do Surface Hub 2S. Ela foi projetada de forma inteligente para que, quando a versão menor for configurada no modo retrato, fique perfeitamente alinhada com um 85 modelo de polegadas na orientação da paisagem.

Não vai dar para reclamar que a tela é pequena. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

Dito isso, não consigo imaginar qual o mercado para este produto. Com um preço inicial de US$ 9.000 para o modelo de 50 polegadas, o Surface Hub 2S é tudo menos barato, mesmo para grandes empresas. E isso sem levar em conta o carrinho de US$ 1.450 da Steelcase, que com sua área de armazenamento embutida para a bateria do Hub 2S, é uma espécie de acessório essencial.

No entanto, se você é um gerente de TI com muito dinheiro e quer equipar seu escritório, o Surface Hub 2S pode ser a ferramenta de colaboração mais legal feita pela Microsoft até hoje.