Para a maioria dos usuários, os smartphones já servem muito bem como uma câmera digital. Afinal, por mais que a qualidade da imagem das câmeras de smartphones muitas vezes seja muito inferior à qualidade das câmeras dedicadas, é bem difícil bater a comodidade de sempre ter o smartphone no bolso quando precisa tirar uma foto. Mas e como fazer para compartilhar essas imagens com outras pessoas? A Microsoft acha que tem uma solução.

Pesquisadores da empresa criaram o Xim, uma ferramenta incrivelmente simples que cria slideshows temporários que podem ser compartilhados com múltiplos dispositivos de uma vez. Nada de enviar um monte de imagem para a internet ou via email, muito menos fazer com que um monte de gente fique atrás de uma tela pequena para ver as fotos. Com o Xim, cada pessoa pode olhar as imagens da tela do próprio smartphone.

O app do Xim está disponível para Windows Phone, Android e iOS, mas apenas uma pessoa precisa ter ele instalado para tudo funcionar. Um usuário seleciona e envia até 50 fotos do rolo da câmera do smartphone e então envia um link do slideshow para qualquer pessoa através do número do celular ou email. Como o slideshow só pode ser visto via navegador móvel, não é necessário que as pessoas que receberão o link tenham o app instalado.

Ao receber um link de slideshow, você pode interagir completamente com ele – deslize entre as fotos, dê zoom quando desejar e muito mais. As outras pessoas que estiverem vendo as imagens ao mesmo tempo perceberão sua movimentação em tempo real – é um jeito bem interessante de mostrar as fotos de viagens para um grupo de pessoas.

x12ffrtay9jrq6tscyep

A Microsoft diz que as galerias – que podem usar fotos do Facebook, Instagram, Dropbox ou dispositivo local – são temporárias e expiram depois de um curto período de tempo. Então suas imagens não ficarão eternamente em um servidor distante esperando alguém hackear e roubá-las. Claro, ainda há o risco de alguém enviar o link das suas fotos privadas para alguém que você não quer que veja, mas é um risco bem menor do que passar seu smartphone de mão em mão até que ele chegue em alguém desastrado e caia no chão. [Get Xim via Microsoft Research via The Verge]