Jim é o criador do PocketWizard, uma série de controles remotos, ativadores e outros equipamentos wireless de flash TTL para fotógrafos. Quando ele percebeu que tinha uma infestação de ratos na sua casa, ele primeiramente captou o invasor no ato de comer uma deliciosa trilha de engodos mistos, tudo isso enquanto o atraía com uma falsa sensação de segurança. Esta sequência foi o resultado de 7 tomadas rápidas ativadas por sensor flash de detecção de som no meio da noite.

Assim que o ratinho estava começando a se sentir confortável, a próxima armadilha seria construída com um delicioso pedaço de pasta de amendoim equilibrado de forma precária na extremidade de uma tábua de corte prontinha pra cair da bancada. Por baixo, um sensor transdutor ativaria a sequência de flash no momento que a tábua de corte se descolasse da mesa. Já dá pra imaginar onde isso vai parar. Abaixo está a sequência, com uma personificação extra do camundongo feita pelo pessoal do Strobist:

Mas, aparentemente, Jim tem coração mole, porque em vez de posicionar um fosso de estacas ou um tonel de piche fervente debaixo da bancada, o camundongo foi coletado com segurança em um cesto de lixo todo almofadado. Daí ele ainda ganhou uma gaiola de hamster para viver pelo resto do inverno. Eu definitivamente teria entregue este camundongo à morte, mas parabéns pro Jim por ser um hacker de câmeras consciente dos direitos dos animais. [Strobist]