Apesar de instalar redes de proteção ao redor dos edifícios, uma funcionária de 22 anos na fábrica de Kunshan da Foxconn cometeu suicídio ontem de manhã. Ela entrou na Foxconn já no final de março, onde trabalhava empacotando plástico.

A Srta. Liu foi aparentemente salva pelas redes de proteção erguidas há alguns meses em reação aos constantes suicidas que se jogavam dos prédios nas outras fábricas de Shenzhen, mas ela morreu por causa dos ferimentos da queda. [YICAI via MicGadget]