Anunciado em Berlim em setembro, em um evento paralelo à IFA, o Moto X4 desembarca nesta quarta-feira (18) no Brasil. A Motorola preparou um evento em São Paulo para anunciar a quarta geração do aparelho que inaugurou os recursos de reconhecimento de voz da marca e trouxe as funções por gestos: ele será vendido por aqui custando R$ 1.699 e terá um pequeno ajuste no software em relação às versões que serão vendidas nos Estados Unidos e Europa: não virá com a Alexa, assistente pessoal da Amazon. No lugar desse software, que só fala inglês, a Motorola vai manter o Google Assistente, que já está bem esperto por aqui.

• [Hands-on] Uma olhada no Moto X4 com a assistente pessoal Alexa, da Amazon
• Motorola lança Moto G5S, G5S Plus e Moto Z2 Force no Brasil

O Moto X4 que já foi topo de linha e hoje é assumido como intermediário mantém as características principais do design da Motorola, mas tem acabamento extravagante – principalmente na versão prateada, que reflete muita luz – com traseira de vidro e detalhes holográficos ao redor do sensor da câmera que dão a sensação de que está olhando para um relógio de pulso, cheio de marcações ao redor. Outra novidade deste modelo é a certificação IP68, de resistência a água e poeira.

Assim como os Moto Z2 Force e Moto G5S Plus, este celular tem um conjunto de câmera dupla que tira fotos com efeito de profundidade. O sensor principal tem 12 megapixels e abertura f/2.0 e o secundário possui 8 megapixels, com uma lente grande angular de abertura f/2.2. Julgando pela experiência que tive até agora com o G5S Plus (que é um modelo um pouco mais barato) a experiência que a Motorola oferece não chega perto da que encontramos em celulares topo de linha como iPhone 7 Plus e Galaxy Note 8, então não dá para empolgar tanto.

A Motorola indicou ainda que a câmera fará mais do que tirar fotos: ela servirá também para dar informações sobre o mundo real: ao apontar para um local, o software perguntará se você quer saber mais e, a partir daí, indicará informações sobre pontos turísticos, entre outros (lembra bastante o que a Bixby, da Samsung, promete).

Além dos tradicionais truques de gestos da Motorola, como o giro em torno do pulso para ativar a câmera e o chacoalhar para acender a lanterna, o Moto X4 ganhou uma novidade: tocar com três dedos na tela tira uma printscreen. Ele ganhou também o Moto Key, um gerenciador de senhas próprio, no melhor estilo LastPass.

Com tela de 5,2 polegadas, o Moto X4 tem uma pegada confortável, apesar das bordas. Isso porque ele tem só 8 mm de espessura e pesa 163 gramas. O processador Snapdragon 630 com oito núcleos de 2,2 GHz e os 3 GB de RAM também não impressionam muito, apesar de serem capazes de lidar bem com as tarefas cotidianas. Completam as especificações 32 GB de armazenamento interno (com entrada para microSD) e bateria de 3.000 mAh com carregamento rápido.

Disponibilidade

O Moto X4 roda Android 7.1 Nougat praticamente sem modificações da Motorola e será vendido no Brasil a partir do dia 18 de outubro na cor preta e prata.

Especificações:

Tela: LTPS IPS LCD de 5.2 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels
Processador: Qualcomm Snapdragon 630 (octa-core de 2.2 GHz Cortex-A53)
GPU: Adreno 508
RAM: 3 GB
Armazenamento: 32 GB (expansível com cartão microSD de até 256 GB)
Câmera traseira: dois sensores, o principal de 12 MP com f/2.0 e secundário de 8 MP com f/2.2 e zoom óptico
Câmera frontal: 16 MP, f/2.0
Bateria: 3.000 mAh (não removível)
Sistema operacional: Android 7.1.1 Nougat
Dimensões: 148.4 x 73.4 x 8 mm (altura x largura x profundidade)
Peso: 163 g

[Estadão]

Todas as imagens: Alessandro Junior/Gizmodo