A Motorola anunciou nesta quinta-feira (5) o Moto G9 Power. Ele se junta aos modelos atuais da linha Moto G9, que já é composta pelo G9 Play e G9 Plus. E pelo nome, já dá para ter uma ideia do que se trata: um smartphone com foco na bateria, trazendo 6.000 mAh de capacidade.

Este é o celular com maior bateria lançado pela Motorola, mais até do que o antecessor Moto G8 Power, que tinha 5.000 mAh. De acordo com a fabricante, o telefone tem uma autonomia de até 60 horas em uso moderado, além de suporte para recarga rápida de até 20 watts.

Motorola Moto G9 Power

No mais, o G9 Power tem especificações que você espera de um smartphone intermediário. Ele possui uma tela de 6,78 polegadas com resolução HD+ (1.640 x 720 pixels), processador Snapdragon 662 octa-core de até 2 GHz, memória RAM de 4 GB e armazenamento interno de 128 GB expansível para até 512 GB via microSD. Além disso, o dispositivo roda Android 10.

Na parte traseira, são três câmeras posicionadas em um módulo quadrado, sendo a principal de 64 MP, um sensor macro de 2 MP e um último de 2MP para capturar profundidade de campo. A câmera frontal tem 16 MP e fica alocada em um buraco na parte superior à esquerda do display.

As vendas do Moto G9 Power começam na Europa em dezembro. O preço sugerido é de 200 euros, o equivalente a R$ 1.330 em conversão direta. Ainda não há previsão de lançamento aqui no Brasil.

Motorola Moto G9 Power

Motorola Moto G9 Power – Ficha técnica:

  • Tela: IPS de 6,78 polegadas com resolução HD+ (1.640 x 720 pixels)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 662 (octa-core de até 2 GHz)
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 128 GB expansível para até 512 GB via cartão microSD
  • Câmera tripla: principal de 64 MP, macro de 2 MP e profundidade de campo de 2 MP
  • Câmera frontal: 16 MP
  • Bateria: 6.000 mAh com carregamento rápido de 20 W
  • Sistema operacional: Android 10

[TechRadar]