A linha Motorola One estreou no ano passado e, aparentemente, está dando certo. Tanto é que a empresa norte-americana apresentou nesta quinta-feira (24) a quarta versão da série, o Motorola One Macro, em evento realizado em São Paulo.

O aparelho Motorola One Macro já está disponível no varejo por R$ 1.399.

Como o nome sugere, a ideia com ele é que as pessoas possam tirar fotos bacanas de objetos muito próximos. Para isso, ele vem com um sensor macro de 2 MP (que a empresa chama de Macro Vision) capaz de capturar objetos com uma distância de até 2 cm. Se você já tentou tirar foto com seu smartphone convencional de uma flor muito de perto, sabe que dificilmente ele conseguirá fazer isso bem — muito provavelmente, o software de câmera pedirá para você se afastar do objeto.

Além disso, o Motorola One Macro contará com um sensor de 13 MP com abertura F/2.0 e autofoco a laser. Com ela, será possível gravar em 1080p a 60 quadros por segundo e a fazer vídeos em slow motion em 120 quadros por segundo. Para selfies, o sensor frontal é de 8 MP, que ficará num entalhe em forma de gota.

Detalhes das câmeras do Motorola One Macro

O aparelho tem tela de 6,2 polegadas com resolução de 1520 x 720 e proporção 19:9. Quanto às especificações restantes, [produto_amazon#]são 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento, bateria de 4.000 mAh (com carregamento de 10W) e chip MediaTek Helio P70, equivalente com a série Snadragon 600, da Qualcomm.

Motorola One Macro
Celular Motorola Moto One Macro Azul Espacial 64gb Câmera Tripla 13mp+2mp+2mp
R$1349

Motorola One Macro

  • Sistema: Android 9 Pie
  • Memória: 4 GB de RAM
  • Armazenamento: 64 GB (expansível até 512 GB)
  • Tela: 6,2’’ HD+ (19:9)
  • USB-C + entrada de fone de ouvido
  • Câmeras traseiras: 13 MP + 2 MP + 2 MP (Macro Vision) + foco a laser
  • Câmera selfie: 8 MP
  • Processador: Mediatek Helio P70M – 2 GHz octa-core
  • Bateria: 4.000 mAh
  • Dimensões: 15,76 x 7,54 x 9 cm
  • Peso: 183,6 kg
  • Desbloqueio: impressão digital

O Gizmodo Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.