O tablet Xoom da Motorola vem com bootloader destravado, o que facilita o root do aparelho – procedimento que permite usar mais funções no Android, além de permitir instalar ROMs customizadas. E a Motorola prometeu e confirmou: seus próximos smartphones também terão bootloader destravável. Ou seja, se personalizar seu smartphone é crucial pra você, a Motorola pode ser uma opção bem interessante… no final do ano.

Os smartphones da Motorola geralmente não facilitam na hora de fazer root: foram meses e meses até surgir o primeiro método de root do Milestone, o Droid X veio com chip especialmente para evitar o root, e até mesmo o Atrix 4G tem bootloader criptografado – o que dificulta demais o root no aparelho.



Isso deve mudar este ano. Em janeiro, a Motorola manchou a imagem um pouco quando disse, nos comentários de seu vídeo no YouTube sobre o Atrix, que “se você quiser fazer ROMs customizadas, então compre em outro lugar”. A empresa logo se desculpou, dizendo que a resposta não reflete a visão da Motorola e que estava “trabalhando de perto com parceiros para oferecer uma solução de bootloader” que agradasse aos desenvolvedores.

Só que o Atrix foi lançado com o bootloader criptografado. O australiano Irwin Proud, que comprou um Atrix, decidiu entrar em contato com a Motorola quatro vezes – mas não recebeu resposta. Ele então criou uma petição na internet, que angariou mais de 8.500 assinaturas em um mês. Só aí, segundo Irwin, que a Motorola respondeu, dizendo: “é nossa intenção ativar o bootloader destravável/retravável hoje encontrado no Motorola XOOM em toda a nossa linha de dispositivos a partir do final de 2011, onde as operadoras permitirem”.

Este anúncio, no entanto, não era oficial. Quando o blog Ausdroid entrou em contato com Will Moss, diretor de comunicações da Ásia do Norte para a Motorola Mobility, ele disse: “Eu posso confirmar que a citação que você tem é precisa, mas não posso acrescentar mais nada neste momento, além de que mais informações serão disponibilizadas via MOTODEV“.

É isso, pessoal. Esperamos que os próximos aparelhos da Motorola com Android sejam mais abertos à comunidade de desenvolvedores, por dois motivos. Primeiro, a HTC – conhecida por seus aparelhos com root fácil – ainda não presta muita atenção no Brasil, coisa que a Motorola faz (que até têm fábrica no Brasil). E segundo, mesmo a HTC anda dificultando o root em seus aparelhos mais novos – é bom ver que a Motorola (tal como a Sony Ericsson) pode seguir no caminho oposto. [Ausdroid via ModMyMoto; valeu Ânderson!]

Foto por Sorensiim/Flickr