A Mozilla mostrou que está mais do que preparada para enfrentar uma guerra entre navegadores. Após a Apple discursar durante a WWDC sobre como pretende priorizar a privacidade dos usuários, a empresa proprietária do Firefox anunciou nesta terça-feira (4) uma série de medidas de segurança que farão parte das versões atualizadas de seus produtos.

Confira abaixo um resumo do que o comunicado de Dave Camp, vice-presidente sênior do Firefox, publicado no blog da empresa, promete:

Bloqueio automático de cookies

A principal novidade é que a nova versão do Firefox vai automaticamente bloquear rastreadores, também conhecidos como cookies de terceiros.

Em 2017, a empresa já havia adicionado a opção de habilitar a Proteção contra Rastreamento mesmo fora da navegação privada. Na época, cabia ao usuário configurar essa opção, mas logo em 2018, a Mozilla anunciou que o Firefox iria bloquear esse rastreamento por padrão.

A novidade agora é real: se você baixar o Firefox hoje, o recurso de Proteção contra Rastreamento Reforçada já estará habilitado como configuração padrão do navegador. Ou seja, os cookies de rastreamento já estarão bloqueados sem que você precise se preocupar com nada. Para visualizar a lista de empresas que o Firefox bloqueou, basta clicar no ícone do escudo que aparece na barra de endereço, abrir a seção Bloqueio de Conteúdo e selecionar a opção “cookies”.

Agora, se você já tem o Firefox instalado, o novo recurso de privacidade será atualizado como padrão “nos próximos meses”, segundo comunicado publicado no blog da empresa. No entanto, você mesmo pode ativar por conta própria, clicando no ícone de um pequeno “i” na barra de endereço, ou acessando o menu de configurações do navegador.

A Mozilla afirma que o objetivo da atualização é permitir que os usuários possam utilizar a internet da melhor forma, sem precisarem se preocupar com questões de privacidade. Afinal, mesmo que a opção de habilitar a proteção contra rastreamento esteja disponível, poucos usuários alteram as configurações do navegador.

Facebook Container

A extensão Facebook Container permite ao usuário controlar e isolar sua atividade na internet do Facebook, impedindo, por exemplo, ser rastreado pela rede social enquanto navega em outros sites. Segundo a empresa, já foram contabilizados mais de 2 milhões de downloads da extensão. A novidade agora é que a mais recente atualização também impede que o Facebook rastreie os usuários em outros sites que possuem recursos da rede social, como os botões de curtir e compartilhar.


Ícone roxo indica que o Facebook Container está impedindo que o Facebook rastreie a sua visita ao site. Crédito: Mozilla

A Mozilla afirma que essa atualização vai tornar muito mais difícil para o Facebook criar “perfis sombra” de pessoas que não possuem uma conta na rede social.

Firefox Lockwise

Mais um lançamento para adicionar à lista de novas extensões, o Firefox Lockbox – que já estava disponível para iOS e Android – agora chegou para desktop. Com a versão para desktop completando as opções do recurso de gerenciamento de senhas, a Mozilla apelidou o pacote de “Firefox Lockwise”.

Segundo o comunicado no blog da Mozilla, basicamente a nova extensão para desktop vai permitir aos usuários gerenciar a lista de senhas salvas com mais facilidade, além de poder acessá-las de qualquer lugar, já que o Firefox Lockwise terá uma integração entre os diversos dispositivos.

Firefox Monitor

O Firefox Monitor é um serviço gratuito que alerta os usuários quando seus e-mails estiverem envolvidos em algum incidente de vazamento de dados. A novidade aqui é o lançamento de um painel central para ajudar as pessoas a gerenciar diversas contas de e-mail, seja pessoal ou profissional.

A partir desse painel, é possível acompanhar quais contas estão sendo monitoradas, o quanto das suas informações foram expostas devido ao vazamento de dados, e se algumas das suas senhas foi comprometida.