Como a Apple não permite no iOS nenhuma engine de navegador além do Webkit, a Mozilla não pode levar o Firefox para dispositivos móveis da Apple. Mas em vez de ignorar a plataforma, eles estão trabalhando no Junior: um navegador baseado em Webkit que deixa de lado as abas e a barra de endereços, e traz uma nova interface para tablets.

Você ainda pode abrir diversas abas, é claro, mas a Mozilla está colocando muitas das funções do navegador em um nível secundário, para deixar tudo mais simples. A Mozilla considera que o design atual dos navegadores é ultrapassado, e vê seu projeto no iPad como uma chance de experimentar algo novo.

Então quando você interage com a interface principal do browser, você só vê dois botões, cada um em uma borda da tela, na parte inferior – perto de onde você colocaria seus dedos para segurar o tablet. A parte esquerda permite voltar para a página anterior; tocar e segurar revela mais funções (avançar/recarregar). O botão na parte direita leva você para a tal parte secundária da interface: trocar entre páginas abertas, abrir favoritos, e fazer uma busca ou abrir uma nova URL.

Além do navegador para iPad, a Mozilla também está trabalhando em uma nova função para desktops chamada “abas de busca”, que querem substituir a barra de busca por uma nova barra de navegação na esquerda que permite realizar buscas em mais de um serviço quando você quiser procurar algo. Eles também têm planos de “presença”, que eles descrevem vagamente como algo que permite aos usuários conversarem e compartilharem direto do navegador.

Mas o foco está no novo app para iPad: é legal ver a Mozilla tentando reinventar o navegador, agora para tablets. E quem sabe esta pode ser uma solução para o problema da Mozilla com o Windows RT: basicamente, criar uma nova interface para o IE10. [Mozilla via The Verge]

Vídeo (pode demorar um pouco para carregar):