Como sabemos, celulares como o Nokia 1100 são muito populares na Índia, graças ao preço baixo, a bateria de longa duração e a enorme necessidade que os indianos têm de falar com seus parentes e amigos.

Enquanto as mulheres solteiras estão completamente proibidas de telefonarem, homens solteiros continuam podendo usar seus celulares – mas apenas sob supervisão dos país. O vilarejo de Lank tem cerca de 50 mil pessoas, com milhares delas sendo afetadas pela nova lei – e o número pode subir ainda mais, já que outros vilarejos podem adotar a ideia de Lank.

A Nokia, que é muito forte em países em desenvolvimento, como a Índia, não deve ter gostado nada disso. [The Guardian]