Nanodiscos dão uma chacoalhada nas células cancerígenas

Muitas vezes tratamentos normais não são eficientes para combater um câncer no cérebro, mas alguns cientistas desenvolveram um novo método para destruir esse tipo de célula cancerígena: eles prendem nanodiscos de metal na célula doente e usam ímãs para causar uma vibração que a destrói.

Pesquisadores da Universidade de Chicago e do Departamento de Energia dos EUA desenvolveram um processo no qual minúsculos discos metálicos são ligados a anticorpos que procuram células cancerígenas. Essas células acabam recebendo os nanodiscos e quando um campo magnético é aplicado, uma oscilação faz com que as células se destruam. E o tecido saudável que está próximo não é atingido.

Os pesquisadores destacam que o projeto ainda está em uma fase experimental e que eles pretendem fazer testes com animais em breve. Mas mesmo que leve anos para descobrirmos se esse método pode ser usado em humanos, é sempre reconfortante saber que a nanotecnologia está realmente sendo aplicada na resolução dos nossos problemas. [Science Daily via Kottke]

Sair da versão mobile