Cientistas da NASA criaram um campo antigravidade que funciona a temperatura ambiente, o que é um avanço imenso rumo aos skates flutuantes do filme "De Volta para o Futuro". O único problema é que ele só funciona com ratos. Em ratos drogados, na verdade.

Cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato, na Califórnia, criaram um ímã supercondutor que gera energia suficiente para levantar pequenos animais. O ímã empurra a água animais para cima, fazendo-os voar. O impressionante é que ele funciona em temperatura ambiente — não precisa daqueles ambientes super-resfriados típicos desses ímãs — e é grande o suficiente para fazer roedores levitarem alto.

E tinha rato que estava "alto" mesmo: de accordo com o pesquisador Yuanming Liu, "o primeiro rato se debateu e começou a girar, e como não havia atrito ele poderia girar cada vez mais rápido, e acreditamos que isso o deixou ainda mais desorientado". Então eles deram um sedativo leve para o próximo rato, que ficou feliz em voar. [Live Science via Yahoo News]