Em 2021 a Nasa enviará sua primeira missão para estudar os asteroides troianos de Júpiter, Batizada de Lucy, a nave analisará as superfícies dos asteroides para nos ajudar a entender as origens do nosso Sistema Solar há mais de 4 bilhões de anos (daí o nome Lucy, em referência a um dos mais antigos ancestrais fossilizados que conhecemos).

Para ajudar na missão, a Nasa apresentou um Espectrômetro de Emissão Termal da Lucy (L’TES), desenvolvido pela Universidade de Arizona, nos EUA. O instrumento tem como objetivo a medição de energia infravermelha emitida pelos asteroides troianos enquanto são colhidas as informações sobre a superfície de sete destes corpos, para entender melhor suas propriedades.

Como a espaçonave não será capaz de pousar nos asteroides por conta da alta velocidade dos objetos, ele permitirá que a equipe responsável pela missão consiga averiguar se o material da superfície está solto, como areia, ou consolidado, como rochas. Além disso, o L’TES irá coletar informações espectrais usando observações de infravermelho térmico na faixa de comprimento de onda de 4 a 50 micrômetros.

“Cada instrumento tem seus próprios desafios, mas com base em nossa experiência, esperamos que o L’TES nos forneça dados excelentes, bem como provavelmente algumas surpresas, sobre esses objetos enigmáticos”, afirmou Phil Christensen, investigador principal do instrumento, à agência de notícias da Nasa.

Mesmo com os contratempos por conta da pandemia, a missão Lucy continua programada para ser lançada em outubro de 2021. “Estou constantemente impressionado com a agilidade e flexibilidade desta equipe para lidar com quaisquer desafios colocados diante deles”, disse investigador principal da missão, Hal Levison do Southwest Research Institute.

Também foi instalada a Antena de Alto Ganho de Lucy, instrumento que irá permitir a comunicação da espaçonave com a Terra para navegação e coleta de dados, assim como realizar a medição precisa das massas dos asteroides troianos. Ainda falta ser instalado o L’Ralph, a câmera de imagem colorida e espectrômetro infravermelho da missão.

[Nasa]