O helicóptero Ingenuity já tem reservado seu sexto voo em Marte. Programado para acontecer na próxima semana, será o primeiro voo da nova fase de demonstração do helicóptero, após cinco testes bem-sucedidos que provaram a viabilidade de um voo controlado e motorizado no Planeta Vermelho. E o próximo deles promete ser o mais interessante de todos até agora.

Atualmente, o Ingenuity está em um novo campo de testes a cerca de 120 metros do Wright Brothers Field, local de onde lançou seus voos anteriores. A missão se daria por encerrada ali mesmo, mas os cientistas constataram que o objeto ainda está operante e, por isso, decidiram por realizar testes complementares.

Segundo um comunicado da NASA, o sexto voo do helicóptero fará com que ele suba para uma altitude de 10 metros — a mesma atingida no quinto teste de voo. Depois, ele voará para cerca de 152 metros a sudoeste da posição atual, tirar algumas imagens estereoscópicas de uma área de interesse para missões futuras e, em seguida, voltar cerca de 50 metros para pousar em um novo local de aviação, chamado Campo C.

Imagem: NASA/JPL-Caltech
O solo marciano visto a 10 metros de altura. Imagem: NASA/JPL-Caltech

A velocidade do Ingenuity no próximo teste de voo será de 14,4 km/h (contra 12,8 km/h do recorde anterior), e a demonstração em si deve durar cerca de 140 segundos. Também será a primeira vez que o helicóptero pousa em um lugar que não havia explorado anteriormente; a única informação, obtida através de imagens tiradas pelo Mars Orbiter da NASA, é que o lugar tem o solo firme para que a máquina consiga pousar.

Assine a newsletter do Gizmodo

Ingenuity e Perseverance agora seguem rumos diferentes

Embora a equipe de engenheiros e cientistas do Ingenuity aqui na Terra continue aumentando as apostas sobre a distância, rapidez e altura em que o pequeno helicóptero poderá se mover, o objetivo principal dessa sobrevida é continuar testando as aplicações da nave no céu marciano. Os pesquisadores acreditam que será possível identificar rotas mais suaves que possam reduzir o tempo de deslocamento do helicóptero, permitindo possíveis novos voos.

Conforme relatado pela CNN, as imagens capturadas pelo Ingenuity levarão mais tempo para chegar à Terra. Isso porque ele estará mais longe do rover Perseverance, que atua como um potencializador de sinal e, portanto, enviará os dados mais lentamente. O robô terrestre está mais longe do helicóptero e em sua própria missão: encontrar vida fossilizada nos restos rochosos no local onde acredita-se que havia um antigo rio marciano.