A sonda MRO (Mars Reconnaissance Orbiter), da NASA, encontrou evidências de água líquida em Marte. Trata-se da evidência mais próxima que os cientistas já encontraram de água líquida no planeta vermelho — e pode ser algo decisivo para determinar se há vida em Marte.

Lembre-se, há anos a NASA já encontrou água congelada em Marte. Mas a água congelada — gelo — de Marte se mantém congelada por causa da temperatura e a vida como nós conhecemos precisa de, hum, um pouco de água descongelada para existir.

A evidência que a NASA encontrou de água líquida envolve “linhas escuras que se estendem cada vez mais para baixo com o tempo, durante o aquecimento da temporada” e se espalham pela encostas do Hemisfério Sul do planeta. A explicação humana mais plausível dos cientistas é de que este fluxo é causado pelo fato de a água ser salgada (já que o sal diminui a temperatura da água congelada). Eis nossa água descongelada!

Segundo a NASA:

As imagens mostram fluxos longos e escuros em encostas viradas para o Hemisfério Sul durante a primavera e o inverno. A sazonalidade, a distribuição de latitude e o brilho mudam, sugerindo que um material volátil está envolvido, mas não há detecção direta. Os locais são muito quentes para gelo de dióxido de carbono e, em alguns lugares, muito frio para água pura.

Ainda estamos longes de termos a confirmação total, mas a NASA acredita que o mistério do possível líquido pode ser resolvido com mais pesquisas, observações e experimentos. Se for verdade, adianto desde já que me voluntario a ser o primeiro humano a beber água dessa fonte. Para mais informações, visite o io9, que conversou com os cientistas envolvidos (em inglês). [NASA, crédito da imagem: NASA]