De olho em uma fatia ainda maior do bolo da mídia, a Netflix está planejando uma expansão para os videogames e contratou um ex-executivo da Electronic Arts e do Facebook para dirigir a iniciativa.

Na última quarta-feira (14), a Bloomberg News foi a primeira a informar que a Netflix selecionou Mike Verdu, o mais recentemente vice-presidente de realidade aumentada e conteúdo de realidade virtual do Facebook, para cuidar do desenvolvimento da divisão responsável por jogos na empresa. Depois de chegar à plataforma, Verdu se reportará ao diretor de operações Greg Peters.

O anúncio representa o mais recente impulso da Netflix em um espaço para além do streaming de conteúdo — um mercado que a plataforma vem dominando nos últimos anos graças aos seus 200 milhões de assinantes. A Netflix sugeriu pela primeira vez uma expansão potencial para outras áreas durante a conferência de jogos E3 em 2019, quando anunciou um game mobile baseado na franquia Stranger Things.

Desde então, a Netflix tem sido discreta quanto aos seus planos para se inserir na indústria dos games. Em uma carta de 2019 enviada para acionistas, a empresa nomeou o battle-royale Fortnite como seu principal concorrente. E em maio de 2021, o The Information verificou que a plataforma de streaming procurava por um executivo para aumentar seus investimentos no espaço de jogos.

Assine a newsletter do Gizmodo

Também não é a primeira vez que a Netflix tenta unir o conteúdo de TV e games. Anteriormente, a companhia lançou recursos interativos para algumas de suas séries, entre elas Black Mirror: Bandersnatch, Minecraft e Carmen Sandiego. O mercado de ações também está de olho: logo após o anúncio da nomeação de Verdu, as ações da Netflix subiram 2%.