Lançado em dezembro nos EUA, um dos melhores smartphones com Android estava para ser lançado no Brasil também. Primeiro, o Nexus S foi prometido para o primeiro trimestre. Depois, informações vazaram de que o smartphone da Samsung viria ao Brasil em abril, por R$1.500, inicialmente com exclusividade pela TIM. E agora, em maio, temos a má notícia: o Nexus S não será mais vendido no Brasil. O motivo? Segunda reportagem da Folha, a Samsung não tem como adaptar o aparelho para respeitar uma norma da Anatel.

Quem explica o acontecido à Folha é Roberto Soboll, diretor de produto da Samsung. Ele diz que, segundo exigência da Anatel, todo celular no Brasil precisa mostrar o código de área no qual o usuário está. O Nexus S, no entanto, não faz isso: o software do Nexus S foi feito para o mercado norte-americano, onde isso não é uma exigência.

Mas a Samsung não poderia ter alterado o Android bem de leve, só pra colocar esta função? Até poderia, mas iria demorar muito, e eles teriam que investir no desenvolvimento disso apenas para o Brasil. É o que diz Soboll: “os prazos todos para ter essa funcionalidade e o desenvolvimento adicional tirou a janela de oportunidade do produto, e decidimos não lançá-lo no Brasil”.

É uma pena que comprar o Nexus S seja possível apenas por vias não-oficiais, no eBay ou no MercadoLivre. Mas antes de reclamar da Anatel, lembrem que todo país tem regulamentações diferentes: se os produtos brasileiros têm que se adequar às normas de outro país quando vendidos lá fora, os produtos vindos do exterior também devem se adequar às normas daqui.

Fica aí um alerta pro Google: coloque esta função direto no sistema – mostrar o código de área é tão difícil assim? – para que aparelhos com Android puro possam vir sem problemas ao Brasil.

ATUALIZAÇÃO: A Samsung explicou oficialmente o motivo de não trazer o Nexus S, e não tem nada a ver com o motivo original reportado por seu representante em matéria da Folha:

A Samsung do Brasil informa que por motivos comerciais o smartphone Nexus S não será lançado nesse momento no país como divulgado anteriormente.

Motivos comerciais, entenda, “Nexus S não vai brigar com o Galaxy SII, a estrela da festa”. Ou pelo menos é assim que eu entendo. O que vocês dizem?

[Folha via Tecnoblog]