Trent Reznor tem uma coisa que deixará os nerds por áudio malucos. Quando o novo disco do Nine Inch Nails, Hesitation Marks, for lançado na semana que vem, estará disponível nas versões regular e para audiófilos. As duas terão mixagens diferentes — um mix para as massas que querem muito barulho em seus fones de ouvido e outro para quem quer ouvir cada frequência do jeito que ela soava no estúdio.

Normalmente, quando uma gravação é mixada para CD, iTunes, etc, é enviada para um engenheiro de masterização, que transfere o mix final do álbum da fonte original (“master tape” ou “master file”) para uma mídia duplicável de algum tipo. Neste processo, o engenheiro de masterização define o nível geral da música, e hoje em dia, a convenção é aumentar o volume até o limite da mídia sônica, até onde dá para ir sem que aconteça o “clipping” de alguma das frequências.

A mentalidade do “deixe o mais alto possível”, como você deve suspeitar, tem suas desvantagens. Alan Moulder, responsável pela mixagem do álbum, explica isso num post:

O maior problema na masterização, hoje em dia, tende a ser o quão alto você consegue deixar seu disco. É fato que, quando ouvindo em sequência, discos altos irão ser mais impressionantes, mas, no fim das contas, o que você sacrifica por este volume pode ser a qualidade e a fidelidade.

O problema é que, quando você está lidando com músicas de graves pesados, como é o caso do NIN, priorizar o nível de masterização ao máximo requer que você abaixe os graves na mixagem. A alternativa seria deixar o baixo como está e permitir que o disco seja um pouco mais quieto. O mais barulhento será mais impressianante, mas o mais quieto terá mais texturas e nuances.

Trent Reznor, o alter ego humano do NIN, sendo um nerd assumido em matéria de áudio, decidiu deixar o álbum disponível em duas versões diferentes. Os responsáveis pela mixagem estão conscientes de que nem a versão comum nem a para audiófilos é melhor que a outra — elas são apenas diferentes uma da outra. O que isto significa, no fim das contas, é que, se você não tem um bom equipamento de áudio nem espaço para ouvir o disco bem alto, não vai aproveitar direito a mixagem mais calma, e deve ficar mesmo com a versão regular. Enquanto você decide qual das duas vai comprar (COMPRAR?!??!), o Hesitation Marks está disponível gratuitamente para streaming no iTunes. [Nine Inch Nails via The Verge]

Imagem via Nine Inch Nails